13º PERIFERIAS  – 1 a 8 de MARÇO de 2024

RESISTÊNCIA

Em 2024, o Festival Periferias estará em diálogo com as temáticas que mapeamos para o ciclo “Geografia da Resistência” que conduz a criação/programação/reflexão do Chão de Oliva durante o ano.

Neste ciclo, privilegiamos os atos de resistência, metafóricos e reais, de todas e todos os que, provenientes de várias latitudes e longitudes, se viram ou veem privados de se expressar livremente e sem medo. Ao mesmo tempo, refletimos, expandimos, compartilhamos, apreciamos e comemoramos a nossa Liberdade, no ano em que celebramos os 50 anos do 25 de abril de ’74 (data da famosa revolução portuguesa que foi o mote para que o país passasse de um regime ditatorial para um regime democrático).

Convocamos o potencial político e poético de “condição periférica” e projetamo-nos para novos territórios internacionais, nomeadamente europeu, sem descurar a relação privilegiada com a Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa.

Esta 13.ª edição do Periferias recebe a curadoria de Paula Pedregal, uma das diretoras artísticas do Chão de Oliva e atriz e encenadora portuguesa que, nas últimas décadas, passou por vários festivais nacionais e internacionais.

____  .  ____

13rd PERIFERIAS  – 1 to 8 of MARCH 2024

RESISTENCE

In 2024, Periferias’ Festival will dialogue with the choosen theme of “Resistance’s Geography” leading all of Chao de Oliva’s activities of artistic creation / cultural programming / reflection for the year.

In this cycle, we privilege the acts of resistance, metaphorical and real, of all those who, coming from various latitudes and longitudes, found or find themselves deprived of their ability to freely and fearlessly express themselves. At the same time, we reflect, expand, share, appreciate and celebrate our Freedom, in the year in which we celebrate the 50th anniversary of April 25, ’74 (date of the famous Portuguese revolution that was the trigger for the country to move from a dictatorship regime to a democratic regime).

We call upon the political and poetic potential of the “periferic condition” and project ourselves on to new international territories, mainly european, without letting go og the privileged relationship we have with the Community of Portuguese Speaking Countries.

This 13rd edition of Periferias is curated by Paula Pedregal, one of Chao de Oliva’s artistic directors and a portuguese actress and director which, over the last decades, has taken part of several national and international festivals.

CabecalhoSecundarioPagSite Periferias2024 V1

PROGRAMAÇÃO | PROGRAMMING

DOROTHÉE MUNYANEZA | COMPAGNIE KADIDI (FRANÇA)
1 MAR | 19.30H | LISBOA
Auditório da Reitoria da Universidade Nova de Lisboa, Campus de Campolide / Rectorate of Lisbon Nova University, Campolide campus

Periferias2024 Dias1a3 WkshpFreedomTheater 1200x800 1

AHMED TOBASI & ZOE LAFFERTY | THE FREEDOM THEATRE & ARTISTS ON THE FRONTLINE (PALESTINA)
1 A 3 MAR | WORKSHOP | SINTRA
Sala de ensaios do Centro Cultural Olga Cadaval / Cultural Center Olga Cadaval - Rehearsal Room

CONVERSAS PERIFÉRICAS

CONVERSA COM A ARTISTA DOROTHÉE MUNYANEZA & O NEAL - Núcleo de Estudos Africanos e Lusófonos, NOVA FCSH
29 FEV | 12.30H | LISBOA
Esplanada da NOVA FCSH / FCSH NOVA terrace

"TOI, MOI, TITUBA..." COM SOFIA BORGES
2 MAR | 15H30 | SINTRA
Sala Polivalente da Biblioteca Municipal de Sintra / Sintra Municipal Library - Polivalent Room

A BRUXA TEATRO (ÉVORA, PORTUGAL)
2 MAR | 21.30H | SINTRA
Casa de Teatro de Sintra / Sintra Theater House

AHMED TOBASI E ZOE LAFFERTY | THE FREEDOM THEATRE & ARTISTS ON THE FRONTLINE (PALESTINA)
3 MAR | 15.30H | SINTRA
Sala de ensaios do Centro Cultural Olga Cadaval / Cultural Center Olga Cadaval - Rehearsal Room

D'ORFEU ASSOCIAÇÃO CULTURAL (ÁGUEDA, PORTUGAL)
3 MAR | 18H | SINTRA
Centro Cultural Olga Cadaval - Auditório Acácio Barreiros / Cultural Center Olga Cadaval - Auditorium Acácio Barreiros

TEATRO DO VESTIDO (LISBOA, PORTUGAL)
5 MAR | 19H | PORTELA DE SINTRA
Auditório da Escola Secundária de Santa Maria / Santa Maria Secondary School's Auditorium

SAARACI COLETIVO TEATRAL (CABO VERDE/PORTUGAL)
6 MAR | 11H | SINTRA
Centro Cultural Olga Cadaval - Auditório Acácio Barreiros / Cultural Center Olga Cadaval - Auditorium Acácio Barreiros

elas também estiveram lá - o filme

JOANA CRAVEIRO | TEATRO DO VESTIDO (LISBOA, PORTUGAL)
7 MAR | 15H | RIO DE MOURO
Auditório do Centro Paroquial de Rio de Mouro / Rio de Mouro Paroquial Center's Auditorium

Periferias2024 Dia8 tERESAfABIAO 1200x800 1

una

TERESA FABIÃO (PORTO, PORTUGAL)
8 MAR | 21.30H | SINTRA
Casa de Teatro de Sintra / Sintra Theater House

MULHERES E TERRITÓRIOS DE RESISTÊNCIA / RESISTANCE WOMEN AND TERRITORIES

EXPOSIÇÃO TEMÁTICA COM CURADORIA DE PAULA PEDREGAL (CHÃO DE OLIVA) / THEME EXHIBITION CURATED BY PAULA PEDREGAL (CHÃO DE OLIVA)
1 A 31 MAR | HORÁRIO DO MUSEU | SINTRA
MU.SA - Museu das Artes de Sintra / MU.SA - Sintra Arts Museum

BILHETES E INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Cada espetáculo/evento tem as suas próprias condições específicas de bilheteira. Todas as informações poderão ser consultadas na página do próprio, bastando para isso clicar sobre a imagem correspondente para aceder à mesma.

Assessoria de imprensa a cargo da equipa The Square. Para informações gerais e técnicas adicionais, por favor contacte a equipa de produção do Chão de Oliva (telf. 219 233 719).

____ . ____

TICKETS AND ADDITIONAL INFO

Each show/event has its own specific box office conditions. All information can be consulted on the event’s webpage, simply by clicking on the corresponding image to access it.

Press contacts should be directed to the team from The Square. For other general or technical informations, please contact Chão de Oliva’s production team (phone: +351 219 233 719).

CabecalhoSecundarioPagSite Periferias2024 V1

Resistir e persistir

O PERIFERIAS existe há 13 anos como ato de resistência. Em 2024 não será diferente. Trata-se de persistir, e não abdicar, apesar do sufocante condicionalismo orçamental, de ter uma perspetiva curatorial que traduza o pensamento artístico deste coletivo (Chão de Oliva).

É ainda de toda a relevância dizer que, ao escolhermos trazer o Ahmed Tobasi e a Zoe Lafferty, diretores artísticos do The Freedom Theatre da Palestina, para aqui realizarem o Workshop The Revolution`s Promise, e o Teatro do Vestido (Portugal) com a sua palestra/performance Desver – uma breve performance sobre um país ocupado por outro, nascido de uma viagem da sua curadora Joana Craveiro à Palestina, marcamos ainda a nossa posição política e poética.

Trazemos nesta edição toda uma programação algo intrépida que pretende suscitar reflexões sobre memórias, história, colonização, racismos, feminismos, conflitos, violência, e apesar dos pesares, vamos celebrar a Liberdade.

O 13º PERIFERIAS abre com o espetáculo Toi, Moi, Tituba… da artista multidisciplinar Dorothée Munyaneza (Compagnie Kadidi), um dos nomes fundamentais do panorama da arte contemporânea internacional atual, e encerra com UNA, da coreógrafa e bailarina portuguesa Teresa Fabião (Imune -Projeto de Intervenção Social). Ambas artistas mulheres, com diferentes motivações, que falam sobre invisibilidade, discriminação, opressão e resistência.

Nesta viagem em torno da “Geografia da Resistência”, adentramos no tema numa exposição – Mulheres e Territórios de Resistência – de curadoria especial do Chão de Oliva para o Festival, e com a exibição do filme – Elas Também Estiveram Lá –, também do Teatro do Vestido, dando a conhecer ao público mais algumas mulheres que lutaram/lutam pelas democracias, pela igualdade e justiça social, pelos direitos humanos e pelo fim de todas as opressões, em Portugal, e em todos os lugares do mundo.

Pelo caminho, convidamos o público a vir à Casa de Teatro para assistir a Chovem Amores na Rua do Matador, um texto de Mia Couto e José Eduardo Agualusa adaptado à cena pelo coletivo teatral português a bruxa Teatro, cuja temática remete para as questões da existência humana e acentua o inconformismo das mulheres que não se deixam matar.

A viagem prossegue com Saaraci, o Último Gafanhoto do Deserto, pelo coletivo teatral caboverdiano/português com o mesmo nome – Saaraci -, um espetáculo infantojuvenil, que nos conta a história do naufrágio de um bando de gafanhotos que pretendiam viajar da Mauritânia para qualquer terra de salvação, num paralelismo com muitas histórias humanas que vamos ouvindo.

E, claro, não nos podemos esquecer que teremos música com a Associação Cultural d`Orfeu (Portugal), que nos traz canções de amores e humores com Coletânea Estefânia.

Na sua diversidade estética, este festival quer ser um espaço não só de reflexão, mas também de encontro e partilha de ideias, afetos e inquietações.

Venham, venham “que a Liberdade está a passar por aqui”.

Paula Pedregal
Curadora do PERIFERIAS 2024, Festival Internacional de Artes Performativas, em Sintra

____ . ____

Resistance and persistance

PERIFERIAS has been around for 13 years as an act of resistance. 2024’s edition will be no different. It’s about persistance, and not giving up, despite the suffocating budget conditions, of the curator’s perspective which translates the artistic poit of view of this colective (Chão de Oliva).

It’s also of the utmost relevance to say that, by choosing to bring Ahmed Tobasi and Zoe Lafferty, creative directors of The Freedom Theatre from Palestine, to carry out their The Revolution’s Promise workshop here, and the lecture/performance Desver – uma breve performance sobre um país ocupado por outro (Unsee – a short performance on a country occupied by another) by Teatro do Vestido from Portugal, born from a travel from it’s curator Joana Craveiro to Palestine, we also make a stand on our political and poetic position.

We carry out, in this edition, with a somewhat intrepid programming intended to arouse reflections on memories, history, colonization, racisms, feminisms, conflicts, violence and, despite the regrets, we will celebrate Liberty.

The 13th PERIFERIAS opens up with Toi, Moi, Tituba… show by the multidisciplinary artist Dorothée Munyaneza (Compagnie Kadidi), a fundamental name of today’s international contemporany art scenery, and ends with UNA performance, from the portuguese coreograph and dancer Teresa Fabião (Imune – Social Intervention Project). Both women artists, with different motivations, which speak about invisibility, discrimination, oppression and resistance.

On this journey around “Resistance’s Geography”, we go deeper within the theme through an exhibition – Resistance’s Women and Territories – specially curated by Chão de Oliva for this Festival, and with the showing of a film – They (Women) Were Also There – , also by Teatro do Vestido, presenting the public with a buch of other women who fought/fight for democracies, for equality and social justice, for human rights and for the end of all forms of oppression, both in Portugal, as in all corners of the world.

On the way, we invite the audience to come to our Casa de Teatro de Sintra to watch the play Chovem Amores na Rua do Matador (Lovers are Raining at Killer Street), a text by Mia Couto and José Eduardo Agualusa (two multi award winning writters) adapted as a play by the portuguese theater colective a bruxa Teatro, which theme goes about human existance and accentuates the nonconformity of the women that don’t let themselves be killed.

The travel continues with Saaraci, the Last Grasshoper in the Desert, by the Cape Verdean / Portuguese theater colective with the same name – Saaraci – a children’s show, that tells us the story of the naufrage of a group of grasshopers intendim to escape from Mauritania to any land of salvation, as a paralel to so many human stories we hear about.

And, of course, last but not least, we shall have music with the portuguese Cultural Association D’Orfeu, which brings us songs of love stories and humurous situations in their performance Colectânea Estefânia.

In it’s aesthetic diversity, this festival wishes to not only be a space of reflection, as also a point of encounter and ideas, affections and concerns.

Come, come “fot Liberty is passing by around here”.

Paula Pedregal
PERIFERIAS 2024 curator – International Festival of Performative Arts, in Sintra

A EQUIPA DE PRODUÇÃO / THE PRODUCTION TEAM

Direção do Festival e Programação / Festival’s Director and Curator: Paula Pedregal | Direção de Produção / Production Director: Nuno Correia Pinto | Direção de Comunicação / Communication Director: Susana C. Gaspar | Direção Técnica / Technical Director: Show Ventura | Produção Executiva / Executive Producer: Nisa Eliziário | Estagiária de Produção / Production Trainee: Daniela Silva | Secretariado de Apoio à Direção e Produção / Direction and Production Support Secretary: Cristina Costa | Operação Técnica / Technical Operation: Ton Bonassa | Apoio Técnico, Manutenção e Execução Cenográfica / Technical Support, Maintenance and Scenographic Execution: Luiz Quaresma | Estagiário Técnico / Technical Trainee: André Anjos | Apoio à Bilheteira e Acolhimento / Box Office and Front of the House Support: Myriam Lopo e/and Paula Malhado | Design e Comunicação / Design and Communication: Catarina Syder Fontinha | Assessoria de Imprensa / Press Office: The Square | Técnica de Limpeza / Cleaning Technician: Gina Prazeres

Desejamos a todos um excelente PERIFERIAS 2024, onde os atos de resistência se multipliquem e a liberdade seja a palavra de ordem.

BarraLogos Periferias2024 ComLogoPeriferias 1